terça-feira, 13 de agosto de 2013

Canhotalize


Da página: Eu me chamo Antônio
Já ouvi que canhotos são mais bonitos. Ou muito inteligentes. Têm mais sorte. A verdade é que nada muda. E posso dizer isso com os pés juntos e as mãos unidas. Sou canhoto!
Triste mesmo era ser canhoto no passado. Sabe-se lá qual o motivo, mas antigamente as coisas funcionavam sob um sistema meio estranho. Quem fosse canhoto era castigado. Ah de mim...
No primário era um problema. A probabilidade de haver outros canhotos na classe já era mínima. Quem dirá a sorte de sentar com um. Sentávamos enfileirados e por sorteio, eu sempre caía do lado direito de outra pessoa, que era destra. A pessoa, do meu lado esquerdo. Escrever sem esbarrar no braço do coleguinha era quase impossível...
A verdade é que a minha canhotisse é quase plena. Até mesmo o mouse, que tem um formato de encaixe especialmente para mãos direitas, eu uso com a esquerda. Quando miúdo, vivia trocando garfo e faca de mãos. Não sabia como comer. Era confuso!
Na oitava série, a professora de português disse que canhotos tinham a letra mais bonita. E afirmou a tese quando viu minha caligrafia. Mas nem sempre foi assim. Lá pelos oito anos, passava horas copiando contos de fadas e outras histórias em um caderninho de caligrafia providenciado pelo meu bondoso pai. Eu não gostava. Sabia as historiazinhas de cor e salteado e quase dormia em cima do caderno. Mas não podia vacilar. Não com um pai-avaliador.  
Dizem que há um canhoto para cada dez pessoas. Dez para cada cem. Cem para cada mil... A falecida revista Cronicalize testemunhou uma raridade nesse ponto. De oito colaboradores, três eram canhotos! Há sempre uma estranheza por aí.
Gosto de fazer parte dos apenas 10% de canhotos no mundo. E recomendo aos canhotos e destros que passam por aqui, uma matéria de 1987 sobre a questão.
Um tchau com a mão esquerda pra vocês.

Luís Fellipe Alves

6 comentários:

  1. Meu filho Bernardo é canhoto. E é lindo aos meus olhos de mãe.
    Já tinha ouvido falar sobre inteligência e canhotice, nunca sobre beleza ou sorte.
    Conheci uma senhora que frequentava com o filho uma associação para canhotos pois eram tidos como "esquisitos".

    Sério que a letra melhora? Posso me encher de esperança? Porque mesmo sendo mãe do filho mais lindo do mundo, tenho que ser sincera em dizer que sua letra é feia.

    E nunca reparei como ela usa o mouse. Hoje à noite, eu tiro a dúvida!
    Depois leio a reportagem. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Tenho graduação em canhotice...risos

    Meu filho é canhoto e já li e pesquisei muitas coisas sobre as pessoas, a mensagem do cérebro e suas consequências motoras e mentais nos que tem a mão esquerda como guia, estudos, curiosidades, mistérios e afins

    * Meu pai, muito chique é ambidestro, escreve e desenha com as duas, suas ambidestralidades são muitas na verdade de gênio e humor variáveis a entendimentos amplos e não entendimentos claros.

    Voltando aos canhotos, já vi listas de personalidades brilhantes que erma e são canhotos e de mentes desprezíveis tb, como tem de destros, de cabeludos, carecas.
    Muitos rótulos e peneiráveis estudos e informações interessantes.

    Suco de maracujá para brinde com a mão esquerda em homenagem a vc, a meu filho e a todos os canhotos que penam por uma cadeira de escola adequada, para que não hajam interjeições sobre o fato de vcs serem canhotos e para que de perna esquerda tds façam, como Messi em campo, seus gols de letra na vida :)

    ResponderExcluir
  3. Que interessante! É um dia específico para os canhotos? Não sabia... Meus parabéns!

    também acho as letras dos canhotos as mais lindas! =)))

    Abraço pra ti!

    ResponderExcluir
  4. Oi Luís Felipe
    É minha primeira vez por aqui, e gostei muito do seu blog. Meu pai era canhoto, e como vc bem colocou no post, ele sofreu muito mesmo! Já estou te seguindo.
    Bjos.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Primeiro reparei, depois perguntei para meu filho sobre o uso do mouse: acostumou a usar com a direita mesmo, nunca o mudou de lugar. Disse que no começo foi difícil, mas se adaptou.
    Mais um comentário falando da beleza da letra canhota! Estou no aguardo por aqui...
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Boa noite Luís Fellipe!
    Sou canhota também, mas nunca sofri por isso, sou inteligente, amo ser canhota, rs, eu me achava o centro das atenções por ser canhota e quando a primeira professora, que era bem braba, mas foi a melhor que eu tive, me obrigava a escrever com a mão direita eu ficava bem feliz por não obedecer, mesmo porque não podia, jamais conseguiria escrever uma letra sequer com a mão direita.
    Tenho letra bem miúda, acho que é feia!
    O mouse eu o uso com a mão direita sem problemas!
    Acho que escrevi demais por aqui, desculpe, me empolguei!
    Abraços.

    ResponderExcluir


Obrigado!




Ir para o Topo